sábado, 30 de abril de 2011

Fim de semana poucas coisas acontecendo que tal agente ler Luís Fernando Veríssimo

Falando   em Luis Fernando Verissimo lembrei desta ,pois esta semana o principe casou.


Era uma vez... numa terra muito distante...uma princesa linda, independente e cheia de auto-estima.


Ela se deparou com uma rã enquanto contemplava a natureza e pensava em como o maravilhoso lago do seu castelo era relaxante e ecológico...

Então, a rã pulou para o seu colo e disse: linda princesa, eu já fui um príncipe muito bonito.

Uma bruxa má lançou-me um encanto e transformei-me nesta rã asquerosa.

Um beijo teu, no entanto, há de me transformar de novo num belo príncipe e poderemos casar e constituir lar feliz no teu lindo castelo.

A tua mãe poderia vir morar conosco e tu poderias preparar o meu jantar, lavar as minhas roupas, criar os nossos filhos e seríamos felizes para sempre...

Naquela noite, enquanto saboreava pernas de rã sautée, acompanhadas de um cremoso molho acebolado e de um finíssimo vinho branco, a princesa sorria, pensando consigo mesma:

- Eu, hein?... nem morta!

Mais uma cronica deste genio Luís Fernando Veríssimo

 LADRÃO DE GALINHAS...


"Pegaram o cara em flagrante roubando galinhas de um galinheiro e levaram para a delegacia.

- Que vida mansa, heim, vagabundo ? Roubando galinha para ter o que comer sem precisar trabalhar. Vai para cadeia!

- Não era para mim não. Era para vender.

- Pior. Venda de artigo roubado. Concorrência desleal com o comércio estabelecido. Sem-vergonha!

- Mas eu vendia mais caro.

- Mais caro?

- Espalhei o boato que as galinhas do galinheiro eram bichadas e as minhas não. E que as do galinheiro botavam ovos brancos enquanto as minhas botavam ovos marrons.

- Mas eram as mesmas galinhas, safado.

- Os ovos das minhas eu pintava.

- Que grande pilantra...

Mas já havia um certo respeito no tom do delegado.

- Ainda bem que tu vai preso. Se o dono do galinheiro te pega...

- Já me pegou. Fiz um acerto com ele. Me comprometi a não espalhar mais boato sobre as galinhas dele, e ele se comprometeu a aumentar os preços dos produtos dele para ficarem iguais aos meus. Convidamos outros donos de galinheiro a entrar no nosso esquema. Formamos um oligopólio.

Ou, no caso, um ovigopólio.

- E o que você faz com o lucro do seu negócio?

- Especulo com dólar. Invisto alguma coisa no tráfico de drogas. Comprei alguns deputados. Dois ou três ministros. Consegui exclusividade no suprimento de galinhas e ovos para programas de alimentação do governo e superfaturo os preços.

O delegado mandou pedir um cafezinho para o preso e perguntou se a cadeira estava confortável, se ele não queria uma almofada. Depois perguntou:

- Doutor, não me leve a mal, mas com tudo isso, o senhor não está milionário?

- Trilionário. Sem contar o que eu sonego de Imposto de Renda e o que tenho depositado ilegalmente no exterior.

- E, com tudo isso, o senhor continua roubando galinhas?

- Às vezes. Sabe como é.

- Não sei não, excelência. Me explique.

- É que, em todas essas minhas atividades, eu sinto falta de uma coisa.

Do risco, entende? Daquela sensação de perigo, de estar fazendo uma coisa proibida, da iminência do castigo. Só roubando galinhas eu me sinto realmente um ladrão, e isso é excitante. Como agora. Fui preso,
finalmente. Vou para a cadeia. É uma experiência nova.

- O que e isso, excelência? O senhor não vai ser preso não.

- Mas fui pego em flagrante pulando a cerca do galinheiro!

- Sim. Mas primário, e com esses antecedentes..."


Luís Fernando Veríssimo

sexta-feira, 29 de abril de 2011

Casamento real britânico vira isca para golpes na internetGolpe diz que príncipe ‘exagerou na despedida de solteiro’.Link leva internauta para fraude bancária.

 G1

Criminosos brasileiros estão tirando proveito do casamento real britânico entre Kate Middleton e o príncipe William, que ocorreu nesta sexta-feira (29). Uma das mensagens afirma que o príncipe “exagerou na despedida de solteiro” e que o registro do acontecimento teria sido publicado na internet. O link da mensagem, porém, leva para um cavalo de troia capaz de roubar senhas bancárias.

É normal que criminosos virtuais utilizem assuntos populares para atrair vítimas aos seus golpes. Normalmente, os conteúdos oferecidos são falsos, como neste caso. Às vezes, no entanto, notícias reais também podem servir para convencer vítimas a acessarem páginas maliciosas.

No Brasil, os ataques normalmente distribuem programas que roubam senhas bancárias. A sugestão é evitar links, especialmente em e-mail, que tratem do tema e procurar a imagem, texto ou vídeo oferecido em vez de clicar no link. Se isso não for possível, o recomendado é não abrir arquivos executáveis e manter o sistema operacional e navegador atualizados

Mato Grosso é o estado brasileiro com mais registros de terremotos

Falha geológica no norte do estado tem provocado abalos sísmicos. Sismólogo alerta para risco de tremor de mais de 6 graus na Escala Richter.

Mato Grosso corre o risco de enfrentar um tremor de terra de intensidade suficiente para causar grandes estragos em cidades da região norte do Estado. É o que alerta o chefe do Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UnB), Lucas Vieira Barros, especialista no estudo de tremores no Brasil.

Na região da cidade de Porto dos Gaúchos, a 644 km de Cuiabá, há uma falha geológica onde abalos sísmicos vêm ocorrendo com frequência nos últimos anos. Apenas no ano passado, dos 42 tremores de terra registrados no Brasil, 20 foram em Mato Grosso. Todos naquela região.

Lucas Vieira Barros é doutor em sismologia e a tese de doutorado dele foi justamente sobre a zona sísmica em Porto dos Gaúchos, que registrou o maior terremoto já observado na história do Brasil.

No dia 31 de janeiro de 1955, um abalo de magnitude 6,2 foi registrado na região de Porto dos Gaúchos. E, desde 1959, explica Lucas Barros, em uma área 100 quilômetros a nordeste da Serra do Tombador vem sendo observada uma sismicidade recorrente.

"Tanto a Serra do Tombador quanto Porto dos Gaúchos estão localizados na Bacia Fanerozóica dos Parecis. Dois sismos de magnitude 5 ocorreram em Porto dos Gaúchos, em 1998 e 2005, com intensidades 6 e 5, respectivamente", observa Barros. Ele explica que esses dois tremores principais foram seguidos de sequências de abalos menores, que duraram mais de quatro anos cada. Esses tremores foram estudados por meio de equipamentos instalados pelo Observatório Sismológico naquela região.

Novos tremores

O doutor em sismologia afirma que a região no norte de Mato Grosso é propícia à ocorrência de novos tremores devido à falha geológica ali existente. Segundo ele, novos abalos sísmicos podem ocorrer a qualquer momento e assustar moradores das cidades próximas.

"Em 2000 teve um sismo; em 2008, teve outro e a terra nunca mais parou de tremer. Discuto a questão dos efeitos de possíveis terremotos de magnitude 6,2 a 6,5 em Porto dos Gaúchos", disse Lucas Barros.

O especialista avisa que não há motivos para a população temer, mas que é necessário estar em alerta. "Não precisamos alarmar as pessoas que moram em Mato Grosso, mas não temos o direito de esconder informação". Um abalo de magnitude 6,2 a 6,5 poderia ser sentido com intensidade em grandes cidades da região norte, como Sorriso e Sinop.


Estação sismológica

Com a comprovação da grande frequência de abalos no norte de Mato Grosso, o Observatório Sismológico da UnB instalou uma estação sismológica em Porto dos Gaúchos.

No entanto, o equipamento - que custou cerca de R$ 80 mil quando instalado, em 2005 - está desativado. Lucas Barros não sabe o motivo preciso da interrupção de funcionamento da estação. Uma equipe da UnB deve vir a Mato Grosso em maio para verificar o problema e reativar a estação.

O chefe do Observatório pretende entrar em contato com a Defesa Civil estadual para fazer uma parceria com o governo do Estado na tentativa de contratar uma pessoa para dar manutenção na estação mato-grossense.

Ele avalia que a estação pode estar funcionando parcialmente, coletando os dados dos abalos sísmicos, mas com algum problema no link com o satélite, necessário para enviar as informações para o Obsis em Brasília. Lucas Barros explica que a estação sismológica instalada em Mato Grosso tem condições de monitorar os sismos não apenas na região de Porto dos Gaúchos ou no Brasil, mas em todo o mundo.

População feminina superou a masculina em 4 milhões

Agência Brasil

O Brasil passou a ter quase 4 milhões de mulheres a mais do que homens em dez anos, segundo dados do Censo Demográfico 2010, divulgados hoje (29) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A relação entre os gêneros, segundo o estudo, é de 96 homens para cada 100 mulheres.

“Isso já vem ao longo dos censos e é em função da mortalidade. Apesar de nascer mais homens, como a mortalidade dos homens é superior a das mulheres ao longo da vida, no final, você tem um contingente maior de mulheres”, explicou Fernando Albuquerque, gerente de projetos da Coordenação de População e Indicadores Sociais do IBGE.

De acordo com Albuquerque, nascem 105 homens a cada 100 mulheres, mas como eles estão mais vulneráveis a situações de violência, por exemplo, o número de mortes é maior.

A capital carioca foi apontada no levantamento como a unidade da Federação com a menor proporção entre pessoas do sexo masculino e feminino, ao concentrar 91,2 homens para cada 100 mulheres.

A Região Norte é a única do país onde o contingente masculino é superior ao feminino. Segundo Fernando Albuquerque, esse fenômeno ocorre “em função dos movimentos migratórios e também do tipo de atividade – extrativa e de mineração –, em que os homens são a grande maioria”.

O Censo Demográfico mostra que os grupos etários de menos de 20 anos vêm diminuindo no contingente populacional. “Em cada censo, a base [do gráfico demonstrativo onde a base representa a população mais jovem] se estreita mais em função da queda da fecundidade e o topo se alarga mais, com indicativo de maior longevidade”, explicou Albuquerque.

No cenário brasileiro, apenas no Norte e no Nordeste ainda mantêm uma base mais larga, ou seja, um contingente de jovens ainda maior do que em outras regiões. De acordo com o gerente de projetos do IBGE, a justificativa é que estados da região norte e nordeste iniciaram o processo de transição demográfica mais tarde do que no Sudeste, Sul e Centro-Oeste. “O declínio da fecundidade foi posterior ao das outras regiões isso faz com que o número de filhos ainda seja mais alto do que em outras regiões.”

Segundo Fernando Alburquerque, a tendência é de uma convergência no país, “com redução da diferença entre fecundidade e mortalidade entre as grandes regiões brasileiras”.

Juína – Petrobras investiga petróleo e gás no município; “Ouro negro” no Estado


Fonte JNMT
Produtores da Gleba São Leopoldo no Rio Preto receberam a visita de uma equipe da Petrobras que está fazendo os levantamentos. Osmar Teodoro é um produtor que vendeu mais de 300 hectares de terra para uma ONG Suíça. Foi na então área dele que os técnicos marcaram um ponto com auxilio de GPs. “Eles vão retornar agora para fazer as perfurações” – contou Teodoro.

Na Bacia do Parecis, no noroeste de Mato Grosso, por exemplo, nas amostras recolhidas foram encontradas moléculas de hidrocarbonetos, que revelam a possibilidade de petróleo. No entanto, estes estudos ainda estão recentes.

Há quem diga ainda que até mesmo o Pantanal mato-grossense abriga o chorume negro ou gás em seu subsolo. Na pior das hipóteses, os técnicos apostam na existência de hidrocarbonetos, um indicador de gás natural e que dá sinais da riqueza do subsolo mato-grossense.

A ANP diz que há 7,5 milhões de quilômetros quadrados (km²) de bacia sedimentares a serem exploradas no Brasil. Cerca de 93% da área ainda está por explorar.

Para se ter uma idéia, no ano passado, o país fez apenas 103 furos em seu território para estudos de petróleo, enquanto – em um comparativo – no Sul dos Estados Unidos, no mesmo período, foram feitos 2,75 mil furos.

Os estudos brasileiros para a descoberta de novos lençóis petrolíferos começaram há alguns anos com levantamentos aéreos. Atualmente, a ANP está fazendo estudos geoquímicos. São recolhidas amostras dos terrenos para serem analisadas.

De acordo com a ANP, em geral, são necessários de 10 a 12 anos para se realizar os estudos destinados a descobrir reservatórios, e mais oito anos para poder começar a comercialização do petróleo. Somando, são cerca de 20 anos de estudos em média até o produto chegar aos consumidores.

OBSTÁCULOS - Na realidade atual dos negócios do petróleo no mundo, já existe quem fale de uma “Amazônia petrolífera”. Alguns estados da Amazônia Legal já evidenciaram o seu potencial e agora é a vez de Mato Grosso avançar nas pesquisas em busca do tão cobiçado “ouro negro”.

Os estudos ainda são incipientes, mas a possível existência de “manchas petrolíferas” e gás natural em solo mato-grossense, já começa a despertar a curiosidade dos técnicos da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), órgão responsável pela regulação de projetos na área de prospecção de petróleo e gás natural no Brasil. No foco das pesquisas estão a região do Parecis e até mesmo, o Pantanal. É a primeira vez que o assunto surge diante da opinião pública e poderá transformar a realidade estadual

Diretor Presidente da Hidrelétrica Teles Pires esteve em Paranaíta

Foto arquivo TvRecord
Fonte Noticiaexata
Na quarta-feira, dia 28, esteve em Paranaíta o Diretor Presidente da Companhia Hidrelétrica Teles Pires, José Piccolli Neto. Na oportunidade o diretor participou de reunião na Prefeitura Municipal, e posteriormente conheceu as instalações do Pronto Atendimento João Luiz de Siqueira e o Hospital São Vicente, acompanhado do prefeito de Paranaíta, Pedro Miyazima e autoridades.

Durante o período em que esteve em Paranaíta, Piccolli comentou os ganhos que usina irá gerar para o município. “Neste período de construção da usina haverá um crescimento econômico considerável. Este será um importante momento para a história local”. O diretor ressalta ainda que, a Administração Municipal de Paranaíta tem dado todo o apoio nas ações. “O município tem dado todo o suporte possível. Além deste apoio, pretendemos desenvolver várias outras ações aqui em Paranaíta”.

Muitos projetos serão desenvolvidos durante o período de construção da usina, entretanto, as ações não se restringem apenas ao período das obras. “Pretendemos desenvolver projetos pós-conclusão da usina, assim, toda a sociedade de Paranaíta será contemplada. Vamos deixar um legado”, explica Piccolli. Importante destacar que ao menos 50% da mão-de-obra utilizada pela empresa deve ser de Paranaíta e região. Lembrando que mais de mil pessoas já estão sendo capacitados através do Programa Acreditar que em breve deve formar seus primeiros alunos.

Para o prefeito de Paranaíta, Pedro Miyazima, embora ainda não tenha iniciado a construção da usina, o município não pode ficar parado. “Enquanto estão sendo feitos os estudos de início das obras, o município recebeu o doutor Piccolli para justamente ver alguns pontos relacionados à saúde, educação, moradia e segurança pública, que são pontos importantes e que estamos atentos”, finaliza o prefeito

quinta-feira, 28 de abril de 2011

O vereador Paulo Corretor, ex-presidente da Câmara e que comprou o equipamento



Fonte Midianews
A Câmara Municipal de Primavera do Leste vai investigar o desaparecimento de uma câmera fotográfica de seu patrimônio. Adquirido no ano de 2009, na gestão do ex-presidente Paulo Corretor (PMDB), pelo valor de R$ 2.990, a câmera, uma Sony Cyber Shot, de 13.6 megapixels, foi baixada do patrimônio do legislativo no ano de 2010 como "obsoleta e inservível" para o uso, embora não tenha sido devolvida ao setor quando da baixa.

O caso teria se encerrado com a baixa no patrimônio, não fosse o fato do equipamento ter sido visto, posteriormente, utilizado por uma das filhas do ex-presidente, através de uma foto postada no site de relacionamentos Orkut.

Na foto, aparece a filha do ex-presidente, Gabriela Castanon, registrando a própria imagem à frente de um espelho e, nitidamente, a plaqueta de controle patrimonial (n. 000815), evidenciando a utilização indevida de bem público.

Não bastasse esse fato, há sérios indícios de sobrepreço e superfaturamento na compra da câmera. A partir de levantamentos que a atual Mesa Diretora da Câmara providenciou no comércio de Primavera do Leste e Cuiabá.

Na mesma papelaria em que o equipamento foi adquirido, em fevereiro de 2009, outro modelo compatível custa, hoje, R$ 459,00. Em Primavera do Leste, o preço da máquina oscila entre R$ 549 e R$ 699.

Ministério Público

O presidente da Câmara Municipal, vereador Felipe Nogueira, afirmou que, ainda essa semana, irá reunir a Mesa Diretora para tratar do assunto, mas que irá encaminhar os documentos sobre o fato ao Ministério Público Estadual, através da promotoria de Primavera do Leste.

Para Nogueira, o caso é grave e exige dos vereadores uma postura rápida e séria na resposta à sociedade. "Não iremos hesitar em nenhum instante em apurar o fato, que é muito grave, e levar o resultado ao conhecimento da sociedade primaverense", disse.

Nogueira afirmou ainda que, diante da suspeita de outras irregularidades na gestão de seu antecessor, a Mesa Diretora já estuda a instauração de uma "Tomada de Contas" para um levantamento pormenorizado da situação contábil-financeira do período de 2009/2010, em que a Câmara Municipal foi administrada pelo peemedebista Paulo Sobrinho Castanon, o Paulinho Corretor.


Confira a imagem da maquina fotografica,  postada no Orkut, e que mostra a identificação do equipamento:

Vereador quer comprar 10 jet skis para Câmara Municipal

Cleomar diesel
O presidente da Câmara Municipal de Cairu (BA), vereador Igor (PMDB), cujo nome verdadeiro é Luis Alberto Marques Gomes, realizou uma consulta de preço para comprar dez jet skis e uma lancha para o Legislativo Municipal. O objetivo do político é ofertar um jet ski para cada vereador para facilitar o deslocamento entre as 26 ilhas que formam o município.

Conforme publicado no site terra ,hoje. A compra ainda não foi concretizada, mas é dada como certa pelos companheiros, que conhecem a extravagância do presidente. Recentemente, ele alugou uma caminhonete Land Rover para atender seu gabinete e se locomover na cidade - o município possui apenas 4 km de vias terrestres.


E o povo ?
  Vamos acompanhar esta historia. Infelizmente ja sabemos que a lei estara do lado do vereador , "pois la tambem,  pode até ser imoral  ,porem basta ser legal para que o dinheiro publico seja gasto ."

Animal foi encontrado desmaiado em uma rodovia, próximo a Lucas do Rio Verde

 Onça pintada encontrada em rodovia é levada para Hospital Veterinário da capital



Uma onça pintada, encontrada na manhã de ontem na rodovia que liga o município de Lucas do Rio Verde ao distrito de Groslândia, foi encaminhada para o Hospital Veterinário da Universidade Federal de Mato Grosso, em Cuiabá, para uma avaliação médica.

O animal foi encontrado demaiado por pessoas que passavam pela rodovia, e levada ao Corpo de Bombeiros de Lucas do Rio Verde por um fazendeiro da região. Segundo informações dos Bombeiros, onça teria sido atropelada.

A guarnição encaminhou a onça para uma clínica veterinária do município, onde em uma pré-avaliação foi constatado traumatismo craniano.

Médicos veterinários do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) de Sinop foram acionados e, decidiram trazer o animal para o Hospital Veterinário da UFMT, para uma avaliação médica mais completa. O estado de saúde do animal não foi informado.

Fonte: TVCA

Campanha de vacinação contra a febre aftosa começa no dia 1º



Já são 15 anos sem registros da doença no estado de Mato Grosso

A segunda etapa da campanha contra a febre aftosa será realizada entre os dias 1º e 31 de maio de 2011, sendo que a vacina deve ser aplicas em bubalinos de 0 a 24 meses, em Mato Grosso.

A primeira etapa ocorreu no mês de fevereiro e atendeu a região de fronteira, sendo imunizados animais de zero a dois anos de vida.
O pecuarista tem 10 dias, a contar a partir do encerramento da campanha no dia 31 de maio, para fazer a comunicação, caso contrário o mesmo fica impossibilitado de retirar a Guia de Transporte Animal (GTA).

O pecuarista que não vacinar e não fazer a comunicação pagará multas e fica proibido de comercializar os animais.

Em todo Estado são mais de 28.695.273 milhões de cabeças a serem imunizadas.

Derrubado veto contra farmácias

Fonte Gazetadigital
Deputados estaduais derrubaram o veto ao projeto de lei 344/10, de autoria das lideranças partidárias que proibia farmácias de comercializarem produtos que não fossem remédios. Agora, com base na lei, as drogarias de Mato Grosso conquistaram o direito de comercializar, suplementarmente, produtos de caráter não-farmacêutico e prestar serviços de menor complexidade e de utilidade pública à população.

Presidente da Assembleia Legislativa e responsável pela derrugada do veto, o deputado José Riva (PP) classificou como uma “medida justa”, e disse que a lei viabiliza as farmácias e drogarias que estavam na iminência de serem fechadas. “Ela permite a comercialização de produtos não-farmacêuticos, e isso fomentará o setor”. Ainda segundo o parlamentar, Mato Grosso avançou porque essa normatização existe no mundo inteiro, inclusive, em outros estados brasileiros. “Encabeçamos a derrubada do veto por entender que é uma lei de alcance social”, acrescentou.

O presidente do Sindicato das Farmácias de Mato Grosso, Ricardo Cristaldo, comemorou a iniciativa. Segundo ele, o setor terá condições de oferecer, no mínimo, três mil empregos diretos.

Grupo Gazeta de Comunicação inaugura novo Portal

Dorileo Leal
Cleomar Diesel
O grupo Gazeta de Comunicação, inaugurou na  amanhã desta Quinta feira o novo portal de notícias. http://www.gazetadigital.com.br/
As novidades os internautas vão contar com interatividade, redes sociais e principalmente reajustes na programação local.
Além disso, o internauta da Gazeta Digital será linkada com o site R7 , com cobertura nacional e internacional.


E  hoje ja tem noticia bomba no site.
A noticia que chamou a atenção foi a entrevista v eiculada no Cadeia neles em que um preso afirma que o Juiz Leopoldino estaria vivo.

Abadia Paes Proença, preso acusado de latrocínio, em entrevista exclusiva ao programa “Cadeia Neles”, da Rede Record, diz ter certeza que o juiz Leopoldino Marques do Amaral está vivo e afirma que teve um caso amoroso com o magistrado.

O preso reafirma que tem uma fita gravada onde o magistrado trata da fuga do Brasil e o esquema com um dentista para confirmar um laudo odontológico falso como o dele. Na entrevista, Abadia afirma que tem muita gente influente envolvida no episódio.

Ele diz que as denúncias feitas por Leopoldino contra outros magistrados eram falsas e que foi ameaçado por José Roberto Padilha da Silva, que também teria tido um caso com o juiz

Hoje é o Dia da Sogra!

Sim, até elas têm uma data para serem lembradas. Dia 28 de abril é o Dia da Sogra. Figura polêmica, controversa e outras vezes odiada, é tema de uma coleção de piadas maldosas e frases do tipo "Sogra não é parente, é castigo", "Sogra boa é a que já morreu", "Deus fez a mãe e o diabo fez a sogra" , entre tantas outras de domínio popular.

Você já pensou em dar um presente, mandar flores ou pelo menos dar um abraço e os parabéns à sua sogra?

O relacionamento com ela não está muito bem? Então não perca tempo, o Dia da Sogra é uma excelente oportunidade para demonstrar grandiosidade de espírito e dar o primeiro passo pra se reconciliar.

Parabens a todas a sogras  e me desculpem , mas não resisti .
Vai uma piada!
 
 Veja a história desse casal !!!?


Casal está fazendo uma faxina na casa pra receber a sogra do maridão no próximo fim de semana.

De repente, a mulher pergunta:

- Benhê, onde está aquele livro que diz "como viver 100 anos ?"

- Joguei fora !

- Como jogou fora, seu doido ?!

- É porque não quero que sua mãe leia esse livro ..............

El Salvador assina convenios com o Brasil para inclusão social

Cleomar Diesel
Esta noticia saiu hoje na conceituada coluna do do Jornalista Claudio Humberto de Brasilia.
 Estou indignado.
Claro, não é a primeira vez que vejo o Brasil dando dinheiro  para outros paises .
Me pergunto e nós? Não falta nada neste pais? Tem dinehiro sobrando? Sera que vivo em outra dimensão ?
22 milhões de dolares é grana que daria para mudar a cara de muitos municípios deste Brasil. Com certeza daria para dar um grande passo para inclusão social de muitos Brasileirinhos.
E saber , que nossos prefeitos andam em Brasilia de pires na mão , tentando trazer algumas migalhas.
Sugestão:
 Prefeito, se apresente como extrangeiro  ,quem sabe voce não  consegue algum convênio.

Leia  a noticia e depois comente.
 A primeira-dama de El Salvador, a brasileira Vanda Pignato, está em alto astral: após alegre viagem a Disney com parentes em fevereiro no jatinho de "um amigo", segundo o jornal La Pagina, ela assinou nesta quarta (27) em Brasília,13 convênios de US$22 milhões para a secretaria de Inclusão Social que dirige no governo do marido, Mauricio Funes - "companheiro" incondicional do PT. O dinheiro do convênio com a Agência de Cooperação Brasileira (ABC) será destinado a "obras sociais" da Secretária, como assistência a vítimas de abuso sexual, ao corpo de bombeiros e à formação profissional, segundo a imprensa salvadorenha. A brasileira aproveitou para se encontrar com o aspone de assuntos internacionais aleatórios da Presidência, o agora Top-top.2, Marco Aurélio Garcia.

Assembleia legislativa debate debate eclusas para viabilizar hidrovia

 A Foto é uma brincadeira que fizemos sobre o objetivo da eclusa, que é o transporte de barcos de um nivel pra outro.

Cleomar Diesel
Os deputados estarão , amanhã, em Sinop, debatendo em audiência pública a implantação das eclusas nos leitos dos rios Teles Pires, Tapajós e Juruena, além da implantação de hidrovias nos rios Teles Pires e Tapajós.
O objetivo é discutir com  representantes de entidades do setor produtivo a navegabilidade dos rios de Mato Grosso, constituindo a operação de eclusas como serviço público que pode ser prestado diretamente ou sob regime de concessão pelo poder público que detenha o domínio do corpo de água onde as hidrelétricas já estão construídas.

Há anos é defendida a hidrovia Teles Pires-Tapajós.Um sonho do Colonizador de Alta Floresta Ariosto da Riva ,que na epoca, ja sabia que a solução   de logistica para o nortão de Mato Grosso, passaria necessariamente pelas hidrovias. Até agora,passados mais de trinta anos , muito pouco foi feito e não nem previsão para ser feito um projeto técnico com valores a serem investidos, prazo e vantagens da obra.

Codigo Florestal


Na Folha de ontem o  Governo diz que Código Florestal está '98% acertado'

Reunião de ministros com relator do novo projeto, porém, ainda deixa espaço para divergências importantes

Integrantes do governo comemoraram ontem o acordo em "98%" do texto do Código Florestal. O problema é que os 2% de divergência são pontos fundamentais.

Quatro ministros se reuniram na Câmara com o relator do projeto, deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP), líderes de bancadas e o presidente da casa, Marco Maia (PT-RS).

A reunião tinha como objetivo resolver as divergências entre o governo e o relator.

Não houve acordo sobre a recomposição de florestas em pequenas propriedades (a reserva legal) nem sobre o tamanho das chamadas APPs (áreas de preservação permanente) em margem de rio.

"O governo quer reserva legal em todas propriedades", disse o líder do governo, Cândido Vaccarezza (PT-SP).

Rebelo quer isentar de repor a reserva legal quem tiver menos de quatro módulos.

Ele também insiste em reduzir para 15 m a área de preservação das matas ciliares em rios pequenos (5 m de largura). O governo quer manter 30 metros de APP nos rios de até 10 m de largura.

Mais reuniões serão feitas em busca de consenso, mas Vaccarezza afirmou que, se as divergências continuarem, serão votadas em plenário.

"Estamos fazendo o vestido da noiva, não comprando feito", disse o relator.

Rebelo acatou a proposta do governo de acabar com o conceito de "área rural consolidada". "Ele aceitou que o que não for possível regularizar será recuperado", disse João de Deus Medeiros, diretor de Florestas do Ministério do Meio Ambiente.

Os proprietários, porém, serão isentados de averbar suas reservas legais em cartório: bastará um aval do órgão ambiental estadual para que a área seja regularizada.

O encontro teve um momento de tensão no final, quando Marco Maia sugeriu encaminhar o texto para votação na próxima terça-feira.

Rebelo deve apresentar na próxima semana um "acordo total ou o acordo possível".

Ibama fará Operação Disparada em mais 4 cidades de Mato Grosso

foto cleomar diesel
Fonte: Só Notícias
Fiscais do Ibama vão estar em mais 4 municípios - Aripuanã, Juína, Colniza e Barra do Garças - onde houve registros de aumento de desmates para atividade pecuária. Não foi informado quando as equipes estarão nas fazendas nestes locais. Em Sinop e cidades da região, a Operação Disparada começou no final de março, sendo feita também em municípios do Pará e Amazonas. Ao todo, foram apreendidas, até agora, 5,4 mil cabeças de gado e embargados 19 mil hectares de áreas de desmatamento ilegal nos 3 Estados.

A fiscalização é para combater a pecuária ilegal na região, um dos principais vetores do desmatamento da floresta. Os fiscais atuam em cinco frentes - apreensão de gado, tratores, equipamentos, embargo de fazendas e multas. Até agora foram R$ 83 milhões em atuações por crimes ambientais, de acordo com o coordenador-geral de Fiscalização do Ibama, Bruno Barbosa.

Os fazendeiros multados ainda podem recorrer das sanções

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Ministério da Pesca cancela mais de 70 mil carteiras de pescadores


Foto Cleomar Diesel

Fonte: Ag. Brasil
O Ministério da Pesca e Aqüicultura divulgou nesta quarta-feira, 27 de abril, em seu site a lista com o nome dos pescadores ativos do Registro Geral de Pescadores (RGP). O registro, que funciona como uma carteira profissional, é dado aos pescadores que não têm vínculo empregatício formal e não recebem nenhum tipo de benefício da Previdência.

Ao conceder entrevista coletiva em que falou sobre a importância do acesso público à lista de pescadores profissionais, a ministra Ideli Salvatti também assinou portaria em que foram suspensas as carteiras de mais de 70 mil pescadores. Somente neste ano, 86,9 mil registros foram cancelados. A economia prevista com estas exclusões é de cerca de R$ 100 milhões ao ano. Em janeiro, o ministério instituiu novas regras para o direito à carteira profissional de pescador.

Com o RGP, o pescador profissional artesanal tem acesso aos programas sociais do governo federal como microcrédito, assistência social e o seguro-desemprego, que é pago nos meses do defeso – período em que a pesca é proibida para garantir a reprodução de peixes, lagostas e camarões.

Para Ideli, a iniciativa de cancelar os registros é uma forma de reconhecimento e valorização dos pescadores artesanais brasileiros. “Vamos continuar fazendo esse pente fino”, disse. Como forma de dar continuidade ao trabalho de controle do perfil dos pescadores profissionais que têm a carteira, neste ano, não estão sendo emitidos novos registros.

“Estamos numa época de ‘defeso’ do registro”, brincou a ministra. Segundo ela, a fiscalização dos registros será constante e permanente.

Esta ação, de acordo com Ideli, dará mais transparência ao processo de registro. Hoje, 941,4 mil pescadores têm a carteira profissional concedida pelo Ministério da Pesca. Com a divulgação da lista de pescadores profissionais, o ministério espera que a própria sociedade possa ajudar na fiscalização para que os recursos públicos sejam destinados aos que se enquadram nas regras. “Qualquer pessoa poderá nos ajudar”, completou Ideli.

Colniza realiza leilão de veículos e sucatas nesta 6ª

A prefeitura de Colniza (1.065 a noroeste de Cuiabá) promove nesta sexta-feira (29) leilão de veículos e sucatas para se desfazer de bens inservíveis para a administração municipal. O evento começa a partir das 9h, no pátio da Secretaria Municipal de Obras, localizada na Avenida do Contorno, s/nº, no centro da cidade, onde veículos e outros bens móveis serão vendidos no estado em que se encontram pelo melhor lance.

O leilão terá como pregoeiro Antônio Apolinário e vai começar às 9h da manhã. Os bens a serem leiloados poderão ser examinados pelos interessados no local do leilão, em dias úteis e no horário de expediente da Prefeitura, das 7 às 13h. Os lotes 5, 6, 7 e 8 estarão disponíveis das 13h, até às 17h, no mesmo local.

O edital do leilão, descrição dos bens, lotes e informações poderão ser obtidos no mesmo horário, na sede da Prefeitura, com a Comissão de Leilões, pelo telefone (66) 3571-1000, ou no site www.colniza.mt.gov.br, no link Prefeitura On-Line, Editais, ano 2011.

Governo autoriza aporte de R$ 13 mi em estudos para hidrovias

foto cleomar Diesel
Fonte DCI
 O Ministério dos Transportes autorizou a inclusão no PAC 2 do chamado Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (Evtea) das hidrovias Juruena-Tapajós e Teles Pires-Tapajós, em Mato Grosso. Haverá um aporte imediato de R$ 13 milhões no levantamento, visando avaliar todas as possibilidades de exploração das duas hidrovias. Além do Evtea, o Ministério autorizou (também para 2011) o início da dragagem, derrocagem e sinalização do rio Tapajós no trecho entre as cidades de Santarém e Miritituba (ambas no Pará), bem como a construção de um porto público neste último município.

Segundo o presidente do Movimento Pró-Logística e da Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT), Glauber Silveira, a medida é mais do que bem-vinda. "Sempre se falou muito sobre a importância destas 2 hidrovias, mas apenas com estes levantamentos saberemos ao certo quais as vantagens de cada uma e poderemos traçar um plano de exploração."

As hidrovias irão conectar as egiões centro-norte e noroeste de Mato Grosso até os portos paraenses de Santarém e Belém, agilizando e desonerando o escoamento da produção agropecuária daquelas regiões. A hidrovia Teles Pires-Tapajós sai de Sinop (MT) e chega até Santarém, com 1.576 km de extensão. Já a hidrovia Juruena, Arinos-Tapajós vai de Porto de Gaúchos (MT) até Santarém e tem aproximadamente 1,5 km. Silveira ressaltou, a esse respeito: "Os problemas de logística têm impedido Mato Grosso de crescer e tornaram o escoamento um peso no bolso dos agricultores. O investimento no setor modal é um importante passo para o desenvolvimento sustentável do Estado, que tem uma produção agropecuária competitiva, mas que se perde pelo caminho quando precisamos tirá-la de Mato Grosso, exatamente pela carência de investimentos em transportes".

O coordenador executivo do Movimento Pró-Logística, Edeon Vaz Ferreira, ressaltou que, com a conclusão da BR-163 e a construção do Porto de Miritituba, o custo local com logística será significativamente reduzido. "Só com a conclusão da rodovia, o produtor terá a chance de economizar algo em torno de R$ 2 por saca de soja. Com os estudos e as hidrovias em exploração, a economia pode chegar a R$ 6 por saca de soja, por produção", finalizou Ferreira

terça-feira, 26 de abril de 2011

Governo e maioria dos líderes querem votar logo novo Código Florestal


foto cleomar Diesel


Foto Cleomar Diesel


Fonte Agência Brasil
- O governo e a maioria dos líderes partidários da Câmara não vêm necessidade de adiar a votação do novo Código Florestal, prevista para a próxima semana, embora alguns líderes queiram mais tempo para discutir a proposta. Hoje, os líderes partidários reuniram-se com os ministros da Agricultura, do Meio Ambiente, Desenvolvimento Agrário e de Relações Institucionais para discutir as propostas do governo.

De acordo com o ministro das Relações Institucionais, Luiz Sérgio, a reunião foi “extremamente positiva”. Segundo ele, na reunião se deu um passo importante na construção de um texto para convergir para o que as bancadas agropecuarista e ambientalista querem. “Vamos chegar a um texto que vai refletir essa média ponderada e convergir para um acordo. Se tivermos pontos de conflitos eles serão pontuais e residuais”.

Já o líder do PT, deputado Paulo Teixeira (SP), propôs que a votação do código seja adiada pelos menos por uma semana após a apresentação do relatório do deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP) para que o partido possa discutir o texto antes dele ser colocado em votação. Segundo ele, não dá para receber o relatório na segunda-feira e começar a votá-lo na terça ou na quarta-feira. “Recebemos algumas sugestões do governo. Ainda não temos um relatório e não sabemos quais as mudanças que serão propostas”.

O líder do DEM, deputado Antonio Carlos Magalhães Neto (BA), disse que o seu partido quer votar na próxima semana o novo código. Segundo ele, nos pontos em que não houver consenso caberá ao plenário decidir na votação. “Ele está muito próximo de traduzir um sentimento majoritário da Casa. Tenho confiança que poderá ser votado na semana que vem e com o apoio da quase totalidade da Câmara dos Deputados”.

Para o líder do PSDB, deputado Duarte Nogueira (SP), o assunto vem sendo discutido há muito tempo e não há razão para adiar a votação do código. "Para nós é importante votarmos na próxima semana para que haja tempo para o Senado discutir e votar a matéria para seguir para a sanção presidencial antes do dia 11 de junho".

O líder do governo, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), também defendeu a votação do novo código já na semana que vem, nos dias 3 e 4. “O deputado Aldo Rebelo e o governo chegaram a um amplo consenso, com apenas dois pontos divergentes. Mas mesmo as divergências não são de grande monte e acho que teremos um bom debate e a votação do novo código”.

No entanto, para o líder do PV e representante dos ambientalistas, deputado Sarney Filho (MA), a votação do código deve ser adiada para que os parlamentares possam discutir as propostas apresentadas hoje pelo governo e pela comunidade científica. “Achamos que é precipitado a votação na semana que vem. Precisamos é ter serenidade para fazermos uma lei com os pés no presente e os olhos voltados para o futuro”.

Cidade decreta situação de emergência após morte de índios

Globo

PublicidadeO alto índice de mortalidade infantil nas aldeias indígenas de Campinápolis (658 km de Cuiabá) fez com que a prefeitura decretasse situação de emergência no município. O decreto foi publicado nesta segunda-feira no Diário Oficial e terá vigência de 90 dias.

De acordo com João Ailton Barbosa, que é Secretário Municipal de Saúde, apenas neste ano 35 crianças indígenas morreram. O problema, segundo ele, é a dificuldade para atendimento médico - as crianças ficam doentes nas aldeias e, devido à distância, só são levadas aos hospitais do município quando estão em situação grave.

Representantes da Força Nacional estão na aldeia para diagnosticar os problemas e encontrar uma solução para diminuir as mortes, já que em 2011 já foram registradas 35 mortes. No ano passado, 72 crianças indígenas morreram.

O secretário afirma que não tem como se comunicar com os integrantes da Força Nacional e que vai esperar que retornem da inspeção para saber se há mais crianças doentes na aldeia.

Juína - Homem é preso por tentativa de estupro e polícia descobre mandado de prisão por homicídio

Ivan Pereira, JNMT

A Força Tática da Polícia Militar de Juína prendeu na tarde desta terça-feira (26/4) Laércio Rodrigues Teixeira, 35 anos. Acusado de tentativa de estupro, a polícia descobriu que Laércio assassinou em 1996 com golpes de faca um homem durante uma festa numa comunidade rural no município de Castanheira.

O irmão da vítima foi quem chegou para evitar o pior e com a chegada da polícia Laércio foi preso. “Ele vai ser enquadrado por dois crimes, tentativa de estupro e homicídio” – destacou o tenente Fernandes.

Na Central de Operações da Polícia Militar (Copom) Laércio contou detalhes do homicídio. “Eu desentendi com um cara na festa, estava com uma faca e acertei ele duas vezes” – contou. Em relação ao caso de hoje ele negou. “Pode fazer qualquer exame aí que não vai dá nada. Eu só estava procurando uma bicicleta do meu pai” – relatou.

Força Tática de Juína
Na época dos fatos, como ele estava foragido, a justiça o julgou como revelia, e o mesmo foi condenado, mas nunca havia sido preso. Hoje, uma adolescente de 16 anos que voltava da escola entrou em casa desesperada ao ser perseguida pelo acusado. “Ele tentou me segurar e eu conseguir fugir entrando em casa. Ele ainda ficou rodeando a casa dizendo que ia matar agente” – contou a jovem.

 

Empresário que pode virar senador deu calote em MS e MT SUPLENTE PODE ASSUMIR VAGA DA SENADORA MARISA SERRANO (PSDB-MS)


Fonte:paginaunica
O empresário Antonio Russo, que pode virar senador pelo Mato Grosso do Sul, causou prejuizos milionários ao estado vizinho e também ao Mato Grosso. Em 2009, uma de suas empresas, o frigorífico Independência entrou em recuperação judicial, deixando uma enorme lista de credores nos dois estados.

Somente em Mato Grosso, são cerca de 400 credores. Segundo a assessoria jurídica da Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat), na época o frigorífico fez um acordo de parcelamento da dívida em 24 meses, porém, pagou somente 6 parecelas. Hoje, os credores tentam fazer um novo acordo para recebimento do restante da dívida, que não vem sendo paga desde 2010.

Segundo informações do site Mídiamax, de Campo Grande (MS), Antonio Russo Netto alega distanciamento da direção da empresa. Ele joga o problema para cima dos próprios filhos, Miguel e Roberto, dizendo que os dois é que tomavam decisões no frigorífico como diretores principais.

Mas, informações legais põem em dúvida a afirmação de Russo Netto. Primeiro, na sua própria declaração de bens, como candidato a suplente de Marisa, em 2006, aparecem cotas do Independência no valor de R$ 47.9 milhões, em um patrimônio pessoal de R$ 52 milhões:

A dívida está em negociação até hoje. No último dia 3 de março, o Independência apresentou, mais uma vez, seu plano de recuperação judicial, aprovado pela Assembléia dos Credores do Mato Grosso do Sul. Para se ter uma idéia do curso das negociações, o termo se chama "Proposta de Modificação ao Plano Revisto". A proposta foi aprovada por 51,8% dos credores, depois de nove horas de discussão. Já em Mato Grosso, a situação está parada, a expectativa é que a partir de maio novas assembleias sejam realizadas, visando novo acordo para o pagamento do restante da dívida.

Pela proposta, um leilão judicial colocará à venda os ativos do frigorífico no país, avaliados em R$ 700 milhões. A unidade de Campo Grande, denominada fazenda Botas, área B, está orçada em R$ 44.699.314,00.

Segundo o pecuarista Léo Brito, da comissão de negociação da Famasul, parte das dívidas de até R$ 100 mil foi paga aos pecuaristas. "Aqui no MS, o frigorífico devia R$ 42 milhões, faltam ainda cerca de R$ 17 milhões. Para a maior parte dos produtores, a expectativa era receber R$ 150 mil. Nós recebemos R$100, o que atingiu a totalidade de crédito de 75% dos produtores. Para alguns grandes produtores, com dívidas de até R$ 11 milhões, está difícil receber, mas a maioria absorveu o prejuízo. Só ficaram em situação difícil aqueles produtores que venderam a totalidade do gado que tinham", explicou.

CIPEM REÚNE EXECUTIVOS DO SETOR FLORESTAL EM JUÍNA




Congregar o setor de base florestal do estado, oferecendo atualizações e capacitação para os executivos, de forma a contribuir com a melhoria da gestão dos sindicatos. Estes são os objetivos do 1° Encontro de Executivos Sindicais do Setor de Base Florestal do Estado de Mato Grosso (ENESF), que acontece entre os dias 04 e 06 de maio no município de Juína.

A programação, nos três dias de encontro, vai aliar momentos de descontração, capacitação técnica e assessoria individual para os executivos dos 8 sindicatos patronais associados ao Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso – CIPEM.

A palestra “Sonhar é bom, mas realizar é melhor” será feita pelo engenheiro e hipnólogo Rafael Baltresca, considerado um dos 100 melhores palestrantes do país, que vem diretamente de São Paulo. Através de técnicas de motivação, humor e ilusionismo, Baltresca irá ensinar como transformar sonhos em metas realizáveis.

“Como inovar a gestão sindical?”, será tema do consultor Marco Aurélio Coelho Júnior, que atua na área há quase vinte anos e presta assessoria, entre outras, para a Federação das Indústrias do Estado de Mato Grosso – FIEMT.

Outro foco do evento será o treinamento para melhorar a elaboração, execução e prestações de contas dos projetos patrocinados pelo Fundo de Apoio a Madeira – FAMAD, que será tratado em dois módulos. A atividade será conduzida por auditores da Salgueiro e Motta Auditoria e Consultoria, empresa sediada em Cuiabá.

Além destes destaques, acontecerão atividades como recreação e dinâmicas de grupo, voltadas para fomentar ações que tragam melhoria a gestão dos sindicatos.

Ramiro Azambuja, superintendente administrativo do CIPEM, explicou a importância do encontro. “Estamos iniciando uma nova fase no setor de base florestal e nos preparando para ser modelo nacional em organização e sustentabilidade. Buscamos com este primeiro encontro envolver todos os sindicatos e, com o ENESF, construirmos juntos uma proposta de ações em consonância com este novo momento”.


Fonte: Ascom CIPEM

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Novo Código Florestal deve criar políticas de incentivo à preservação

Foto orkut

Fonte Texto Portogente


Em meio ao cabo de guerra em que se transformou a reforma do Código Florestal do Brasil, o Instituto de Estudos do Comércio e Negociações Internacionais (Icone) divulgou um documento com sugestões para que a modificação na lei seja positiva tanto para quem produz quanto para quem luta pela preservação da natureza. Um dos autores do documento, o diretor do Icone André Nassar, falou sobre o assunto.

“É esperado pelo mundo que o Brasil cresça. Não que o Código Florestal vá impedir este crescimento, mas deve-se levar em conta que o crescimento da agricultura é um fator positivo para o mundo. A produção brasileira atual de soja, estimada em 62 milhões de toneladas, terá que crescer mais de 105 milhões de toneladas, assim como a produção de frango em mais 16 milhões na mesma medida.”

Ele entende que é possível unir em um só documento propostas e sugestões para que o uso da terra seja feito de forma a equilibrar conservação ambiental, produção agrícola e desenvolvimento econômico. É criticado o fato de, entre 1996 e 2001, sete Medidas Provisórias terem tornado o Código Florestal uma bagunça.

“As modificações não foram discutidas com a sociedade. A mudança é necessária. Com base na linha do tempo do Código Florestal, quem desmatou respeitando as leis vigentes à época não pode ser penalizado com a obrigação de recompor ou compensar a reserva legal para adequar a propriedade aos limites atuais”, destaca um trecho do documento do Icone.

Outra observação de André Nasser é que as Áreas de Preservação Permanente (APPs) devem ser recuperadas o quanto antes, mas para isso o Poder Público deve incentivar com juros baixos, implantação real do mercado de carbono e fórmulas que encorajem os produtores a participar de forma atuante neste processo.

“O restauro em área produtiva traria um impacto enorme em termos de preço. Por exemplo, o preço real da soja até 2022 cresceria 2% e, com o restauro, o preço subiria 25%.”

domingo, 17 de abril de 2011

Tambaqui de 10kg já foi fisgado no Matupá Preserva


Fonte A Noticia Digital


O primeiro grande peixe já foi pego no Matupá Preserva 2011. Um Tambaqui de 10Kg foi fisgado pelo pescador Anderson, popular Ganso, após muito trabalho ele conseguiu até o momento tirar o maior peixe do Matupá Preserva 2011.

A pescaria se extende até as 21h de hoje e continua amanha, domingo, das 6h às 21h. A pesca está liberada em todos os lagos do município e diversas pessoas de outros municípios já estao em Matupá para participarem deste grande evento esportivo.

A Prefeitura Municipal de Matupá, juntamente com o Rotary Club, Lions Club e a Camara Municipal organizam o evento

Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 70 mi, maior prêmio do ano

A Caixa Econômica Federal realizou neste sábado o sorteio número 1.275 da Mega-Sena, com prêmio estimado em R$ 59 milhões.

Ninguém acertou as seis dezenas sorteadas e o prêmio acumulado para a próxima quarta-feira, segundo estimativa da Caixa, deve chegar a R$ 70 milhões. Confira os números sorteados nesta noite:

02 - 14 - 48 - 55 - 58 - 60

Segundo a Caixa, 111 apostas acertaram a quina e vão receber R$ 38.847,41 cada uma. A quadra vai pagar R$ 529,67 para 11.630 apostas.

Origem da Páscoa

ORIGEM E SIGNIFICADO DA PÁSCOA

......A origem da celebração da Páscoa está na história judaica relatada na Bíblia, no livro chamado “Êxodo”. Êxodo significa saída, e é exatamente a saída dos judeus do Egito que esse livro relata.

Quando Ramsés II, rei do Egito, subiu ao trono, apavorou-se com o crescimento do povo de Israel, achando que esse crescimento colocava em risco o seu poder. Essa preocupação, deu início a uma série de ordens e obras levaram os judeus a um período de grande sofrimento.

......Conta a Bíblia que Deus, vendo o que se passava com seu povo, escolheu Moisés para tirá-los dessa situação, dando a ele os poderes necessários para o cumprimento da missão. Na semana em que o povo de Israel iniciou sua jornada para sair do Egito, Deus ordenou que só comessem só pão sem fermento e no último dia, quando finalmente estariam fora do Egito seria comemorada a primeira Páscoa, sendo esse procedimento celebrado de geração em geração.

......Essa celebração recebeu o nome de Pessach, que em judaico significa passagem, nesse caso da escravidão à liberdade. Daí surgiu a palavra Páscoa.

A DATA DA PÁSCOA

......A Páscoa é comemorada no domingo seguinte à primeira lua cheia da primavera, ou seja, depois de 21 de março. Por isso, a celebração ocorre sempre entre 22 de março e 24 de abril. A partir dessa data, é que fica estabelecido o período de 46 dias, conhecido como Quaresma, que vai da Quarta-Feira de Cinzas até o Domingo de Páscoa.

......A celebração da Páscoa dura cerca de 50 dias. Tem início no Domingo da Ressurreição e se estende até o fim de Pentecostes, quando se relembra a descida do Espírito Santo sobre os Apóstolos, sob a forma de línguas de fogo.

SÍMBOLOS PASCAIS

Ovos

......Os ovos guardam em si a imagem de uma nova vida, por isso foram adotados como símbolo de renovação. Costumavam ser oferecidos em muitas civilizações como presentes. No Antigo Egito e na Pérsia, por exemplo, eram pintados em tons primaveris. Na China, antes mesmo do nascimento de Cristo já se presenteava com ovos de pata pintados em cores vivas. Na Europa católica do século XVIII, ovos coloridos passaram a ser benzidos pelos cristãos e oferecidos aos fiéis.

......Na Polônia e na Ucrânia, essa tradição foi levada muito a sério. Edward I registra em 1290 a despesa de compra de milhares de ovos para serem distribuídos às pessoas de sua corte. No século XVII, o Papa Paulo V abençoou um simples ovo a ser usado na Inglaterra, Escócia e Irlanda. Na Alemanha, é antigo o costume de dar ovos de Páscoa às crianças, junto com outros presentes.

......Em partes da Europa, as tribos tinham uma forma abreviada de chamar Eostre, a deusa da Primavera, e que começou a ser usada para descrever a direção do nascente - Leste. Daí a palavra Easter. ......As primeiras cestas de Páscoa se assemelhavam aos ninhos de pássaros. Antes, as pessoas colocavam os ovos nos ninhos em honra da deusa Eostre.

......Com o passar do tempo, passaram a ser confeitados e é aí que entra o chocolate.

Chocolate

......O chocolate, que por muito tempo foi servido como bebida, viu sua indústria se desenvolver bastante na Inglaterra do século XIX. ......Foi nessa época que apareceu o ovo de chocolate. A partir daí, rapidamente se espalhou pelos mercados europeus e depois pelo mundo.

Coelho

......O coelho de Páscoa é uma atualização do antigo símbolo pascoalino, a lebre (parente do coelho), considerada sagrada para a deusa Eostre. No século XVIII, colonizadores alemães levaram para os Estados Unidos a idéia dos coelhos de Páscoa.

......Uma duquesa alemã, ao dizer que os brilhantes ovos de Páscoa tinham sido deixados pelos coelhos para as crianças, deu origem ao costume de fazer com que as crianças os encontrasse no dia de Páscoa.

Pomba

......A Pomba ou "Colomba" pascal, pão doce e enfeitado com a forma de ave, também é um símbolo cristão. A forma de pomba era usada nos antigos sacrários, onde se guardava a Eucaristia. Atualmente, passou também a ser usada no pão doce que costuma ser compartilhado, na Europa, especialmente na Itália, no café da manhã de Páscoa e da "Pasquetta" ou Pascoela, como é chamada no Brasil a segunda-feira após a Páscoa.

TRADIÇÕES

......No Canadá as crianças acreditam que o coelho da Páscoa lhes trará ovos coloridos, normalmente confeitados. Todos compram roupas novas, preparam refeições especiais e participam de celebrações religiosas.

......Na Alemanha e da Áustria os ovos verdes eram usados na Quinta-feira Santa. Os eslavos usavam decorações douradas e prateadas em seus ovos. Os armênios costumam decorar os ovos vazios com imagens de Cristo, da Virgem Maria e outras imagens religiosas.

BRUXAS

......Na Suécia, os rituais são parecidos com os nossos, inclusive o Domingo de Ramos, marcando a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, recebido com ramos de palmeiras. Porém, há também uma superstição sobre as bruxas. Dizem que elas ficam mais poderosas nessa semana e voam em suas vassouras para se juntar ao demônio num lugar chamado “Blakulla”, voltando no Sábado de Aleluia. Por isso, na manhã de Páscoa, as pessoas evitam acender suas lareiras, porque as bruxas de Páscoa podem ter deixado algum feitiço sobre as chaminés. Quando o fazem, para se assegurarem de que os feitiços serão desfeitos, queimam nove tipos diferentes de árvores antigas.

......Também são comuns cruzes e outros símbolos sacros nas portas, tiros para o céu e outras práticas anti-bruxas.

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Paranaita: Hidrelétrica Teles Pires apresenta estudos sobre emprego e aumento populacional

Fonte nativanews
Na última segunda feira (11.04), foram realizadas em Paranaíta duas reuniões com o representante da Companhia Hidrelétrica Teles Pires S.A, responsável pela construção da UHE e com as responsáveis pelo estudo otimizado realizado com aval do consórcio construtor. Dr. Pedro Miyazima Prefeito de paranaita  tem buscado formas de minimizar e solucionar alguns gargalos que não podem ser adiados e por essa razão constantemente tem ido atrás de informações em outras cidades que passam pela mesma situação e buscado também informações com a Construtora e órgãos competentes.

Na oportunidade foi apresentado um estudo de emprego e aumento populacional na área de influência do empreendimento, mostrado pela socióloga da JGP Consultoria e responsável pelo estudo, Márcia Chaves e teve a participação dos vereadores, secretários e empresários, após, Paulo Rogério Novais Representante da Companhia Hidrelétrica Teles Pires conduziu uma espécie de tira dúvidas sobre o projeto que foi remodelado aos parâmetros do consórcio. Á tarde o Prefeito Dr. Pedro e seu secretariado receberam a equipe, na sala de reuniões da Prefeitura, na ocasião foi debatido o estudo com mais profundidade e foi protocolado um documento junto ao representante da Companhia Hidrelétrica ,o documento foi elaborado pelos Secretários Municipais, e destacou as necessidades de cada pasta, uma espécie de solicitação ou compensação ao município pelos impactos que serão gerados.

Dr. Paulo Novais ,analisou o documento e frisou que algumas reivindicações expressa nele, já estão garantidas entre as medidas mitigadoras e compensatórias citadas no EIA/RIMA, outras porém, não constam, mas o consórcio construtor da UHE irá auxiliar a administração na busca de soluções e na resolutividade delas. Dr Paulo ainda ressaltou que a intenção da empresa construtora e do consórcio administrador é ser parceiro, de forma a agradar ambos os lados. Márcia chaves da JGP Consultoria e Manuela Moreira da Axia Consult parabenizaram o prefeito Dr. Pedro e sua equipe pela preocupação em esboçar propostas de melhorias em áreas importantes como saúde, educação, segurança publica e infra-estrutura.

O gestor paranaitense a tempos vem demonstrando uma grande preocupação no âmbito da UHE Teles Pires, já visitou Aripuanã (MT) e Porto Velho (RO), e juntou informações valiosas que foram repassadas a equipe administrativa. “Paranaíta será visto de forma diferenciada pela quantidade de energia gerada ao sistema nacional, com isso precisamos nos adiantar e buscar formas para no futuro nosso município ser auto-sustentável e garantir qualidade de vida aos habitantes”. Disse o prefeito. Ainda na reunião, Dr. Pedro frisou a todos que Paranaíta gerará algo em torno de 2.796 MW de potência energética com a instalação das 3 usinas (Foz do Apiacás, São Manoel e Teles Pires) por isso que terá destaque e fará jus ao slogan: SUA ENERGIA COMEÇA AQUI

Circuito Aprosoja 2011: senador do Mato Grosso participa de reunião com Meio Ambiente e afirma que ainda existe discussões sobre pontos no substitutivo do Código Florestal. Governo apóia vigência para urgência da votação.

domingo, 10 de abril de 2011

Aeronave cai com dois ocupantes após decolagem no Noroeste de MT

Fonte Marcos di Perezda TV Record de Juina
Um ultraleve avançado modelo Pélica da Flyer, Prefixo PU – ZEZ caiu minutos após a decolagem no Aeroporto Municipal de Juína, a 735 quilômetros a noroeste de Cuiabá, na manhã deste domingo, dia 10. Duas pessoas estavam na aeronave, o piloto Josué Kurlapski e o co-piloto Robson Clemêncio. Josué teve fratura exposta nos membros inferiores e Robson apenas fratura, também nos membros inferiores.

Os ocupantes faziam treinamentos de pousos e decolagens. O avião que caiu a cerca de 5 km do aeroporto e a 10 metros de uma residência na comunidade Boa Esperança ficou completamente destruído. A aeronave tionha capacidade para dois passageiros e era de propriedade do empresário Márcio Zarth, também da cidade de Juína.

De acordo com moradores das proximidades, a aeronave perdeu altura e começou a cair. Um motociclista que passava próximo ao local do acidente disse que o avião quase tocou numa linha de energia elétrica antes de bater violentamente no chão.

Segundo aos primeiros moradores a chegarem ao local do acidente, um dos passageiros estava sendo sufocado pelo cinto de segurança que foi cortado para facilitar a respiração.

A Polícia Militar foi acionada. A unidade do Serviço de Atendimento de Urgência (Samu) levou quase uma hora para chegar ao local. Eles tiveram dificuldades para chegar ao local devido aos desencontros de informações. Os feridos receberam atendimento médico no hospital municipal de Juína.

A princípio, pode ter ocorrido uma falha mecânica na aeronave. As causas da queda do ultra leve será investigada. Josué é morador do município de Aripuanã e Robson reside em Juína.

Belo Monte: PCdoB critica “inusitado pronunciamento” da OEA

Em resolução aprovada nesta sexta-feira (8) por sua Comissão Política Nacional, o PCdoB repudiou o “inusitado pronunciamento” da Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA sobre Belo Monte. No começo da semana, o órgão pediu ao governo Dilma que suspenda a construção da usina hidrelétrica no Rio Xingu.

Confira abaixo a íntegra do texto.

Resolução da Comissão Política Nacional

Sobre o comunicado da Comissão Interamericana de Direitos Humanos da OEA em relação a Belo Monte

1. O governo e o povo brasileiros receberam com perplexidade e indignação o comunicado de medida cautelar da Comissão Interamericana de Direitos Humanos da Organização dos Estados Americanos (OEA) em que solicita a suspensão das obras da hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu. O pretexto do comunicado é garantir a proteção dos direitos de povos indígenas da área de Belo Monte.

2. O governo brasileiro, por meio de nota do Itamaraty, deu resposta à altura ao ato da Comissão da OEA, que consideramos injustificável.

3. A nota de resposta do governo brasileiro esclarece que a autorização para a implementação do Aproveitamento Hidrelétrico de Belo Monte foi concedida pelo Congresso Nacional, por meio do Decreto Legislativo, em 2005. Essa autorização legislativa já colocava como condição para o deferimento da construção da obra de Belo Monte a realização de estudos de viabilidade técnica, econômica e ambiental, em especial “o estudo de natureza antropológica atinente às comunidades indígenas da área sob influência do empreendimento". Os estudos foram procedidos pelo Ibama e pela Funai.

Posteriormente, o governo federal discutiu e negociou durante vários anos com essas populações indígenas até se concluir por uma grande alteração no projeto que minimizou o impacto ecológico e sobre a vida dos indígenas da área, além de conceder mais de três bilhões de reais em reparação dos efeitos ecológicos.

4. Como afirma a nota do Itamaraty, o governo brasileiro não só é perfeitamente ciente dos desafios socioambientais que projetos como o da Usina Hidrelétrica de Belo Monte podem acarretar como é também plenamente capaz de garantir todos os aspectos sociais e ambientais relacionadas a essa obra.

5. O PCdoB quer juntar sua voz à do governo brasileiro e à de outras autoridades que vêm se manifestando contrariamente a esse comunicado da Comissão de Direitos Humanos da OEA por considerá-lo intempestivo, desarrazoado e inoportuno. A Comissão da OEA, cuja missão de defesa dos direitos humanos tem caráter suplementar à dos Estados nacionais que a compõem, nesse caso claramente ultrapassou sua competência. É lamentável que um órgão multilateral se deixe instrumentalizar por interesses mal-intencionados.

Este inusitado pronunciamento se verifica num contexto em que a Organização dos Estados Americanos (OEA) perde relevância, sobretudo por ser conhecida entre os povos latino-americanos como “ministério das Colônias” dos Estados Unidos – dado seu nefasto papel histórico de suporte e braço da ação norte-americana na região. Em seu lugar, ganham relevo instrumentos autônomos dos povos e nações latino-americanos e caribenhos, tais como o Mercosul, a Unasul (União de Nações Sul-americanas) e a CELAC (Comunidade dos Estados Latino-Americanos e Caribenhos), que será fundada em julho próximo, em Caracas. Anacrônica, a OEA, sediada em Washington, com ingerências do gênero, tenta ter alguma utilidade para os Estados Unidos, como já foi na passado, quando era instrumentalizada para apoiar agressões militares contra países latino-americanos, e como foi recentemente no caso do golpe contra o presidente Zelaya em Honduras. Entretanto, os tempos são outros na América Latina.

6. O Brasil é capaz de garantir a integridade dos direitos fundamentais de todo o seu povo, inclusive os da população indígena da bacia do Xingu e de todas as demais populações indígenas que, com muito orgulho, integram o povo brasileiro.

7. Em especial, quanto à questão de respeito e de proteção de sua população indígena, o Brasil não reconhece em nenhuma autoridade externa condições para criticar ou orientar suas políticas. Em nenhum outro país das Américas há tantas terras indígenas e políticas específicas de proteção e promoção, o que vem permitindo que, a partir do último quartel do século 20, o Brasil tenha se tornado em caso único em que a população indígena dobrou de tamanho.

8. A manifestação da OEA se soma a outras pressões exógenas que visam constranger o desenvolvimento sustentável do Brasil. Referimo-nos, dentre outras, à manifestação do Sr. Bill Clinton, ex-chefe do imperialismo estadunidense e esposo da atual secretaria de Estado daquele país, Hillary Clinton, que, no final de março, ao lado do cineasta James Cameron, num evento empresarial em Manaus, se opôs à construção de hidrelétricas na Amazônia.

A posição do Sr. Clinton, além de caracterizar-se como ingerência inaceitável em assuntos internos brasileiros, é parte da dupla moral que caracteriza as intervenções dos países imperialistas: os que mais poluem e desmataram o mundo querendo dar lições a um dos países que possui maior cobertura florestal do mundo e matriz energética limpa, o Brasil.

9. O governo brasileiro deve também continuar a construir a hidrelétrica de Belo Monte por ser uma obra de importância estratégica na segurança energética do país e que também trará enormes benefícios ecológicos para o Brasil e ao mundo, por se constituir em uma fonte de energia limpa e renovável, evitando que, no futuro, outras fontes de energia não-renováveis venham a ser mobilizadas para atender a necessidade de um país que precisa crescer para dar melhores condições de vida e de dignidade ao seu povo. A matriz energética brasileira está entre as mais limpas do mundo, em grande parte devido ao enorme, e todavia por explorar, potencial hidrelétrico.

10. Belo Monte é uma obra boa para o Brasil e também para o mundo e deve ser continuada e concluída. Precisamos de energia suficiente para o desenvolvimento e para a geração de riquezas, com sustentabilidade, que deem um futuro de progresso social e prosperidade ao povo brasileiro.

sábado, 9 de abril de 2011

Riva deve ir para PSD e levar mais

Fonte Gazeta
Mesmo negando publicamente, receoso de uma ação partidária, o deputado e presidente da Assembleia Legislativa, José Riva (PP), não apenas está sendo assediado para migrar para o PSD, partido criado pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, como também está assediando lideres mato-grossenses, tentando encorpar a chegada do novo grupo que pode se tornar o maior de Mato Grosso.

Nos últimos dias o presidente da Assembleia tem conversado com vários detentores de mandatos eletivos em busca não apenas de nomes, mas de consistência e de capacidade de disputar as eleições municipais de 2012 criando bagagem para então disputar as eleições gerais de 2014. Para montar uma grande agremiação, o presidente da AL quer ter representantes em todos os Poderes políticos, ou seja, governo, Assembleia, Câmara dos Deputados e Senado da República.

Os principais nomes, além de Riva, seriam dos deputados federais, Júlio Campos (DEM), Homero Pereira (PR) e Eliene Lima (PP), os deputados estaduais, Zé Domingos (atual secretário de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar); Gilmar Fabris e Dilmar Dal"Bosco, todos democratas, Airton Português; Walter Rabello, Luizinho Magalhães e Antônio Azambuja, secretário de Esportes e Lazer, todos do PP, mas que têm ligações umbilicais com o presidente da Assembleia e hoje incontestavelmente um líder político no Estado.

O federal Eliene Lima diz que foi sondado, e que sua tendência seria acompanhar o deputado José Riva, mas ponderou não acreditar em mudanças neste momento, por causa da reforma política que está sendo apreciada no Congresso Nacional.

O preço da cabeleira

Fonte Epoca


Um estudo divulgado na semana passada causou burburinho entre os homens por envolver duas de suas maiores preocupações: a calvície e a impotência. O endocrinologista Michael S. Irwig, da Universidade George Washington, investigou os efeitos da droga finasterida (a mais usada no combate à perda de cabelo) sobre a vida sexual. Irwig entrevistou 71 homens (entre 21 e 46 anos) que tomavam o remédio e relataram dificuldades sexuais. Nesse grupo específico, 94% tiveram redução da libido, 92% sofreram disfunção erétil e 69% apresentaram dificuldades de atingir o orgasmo. Os problemas – e essa é a grande novidade, em relação ao que se sabia do produto – persistiram em média 40 meses depois da interrupção do tratamento. “Um em cada cinco homens relatou dificuldades até cinco anos depois de parar de tomar o remédio”, disse Irwig a ÉPOCA. Seu artigo foi publicado no Journal of Sexual Medicine.

No Brasil, mais de 20 produtos contêm a substância finasterida. O mais conhecido é o Propecia, da Merck Sharp & Dohme. A bula informa que a droga pode provocar problemas sexuais, mas que eles são revertidos em, no máximo, três meses após a interrupção do tratamento. A pesquisa de Irwig é a primeira a mostrar que os efeitos indesejados podem durar muito mais tempo. Nenhum representante da Merck Sharp & Dohme falou sobre o assunto. A empresa tampouco informa quantas unidades do medicamento são vendidas no Brasil. Em nota, afirma que em estudos realizados com 3.200 pacientes, apenas 1,8% sofreu efeitos colaterais como diminuição da libido, disfunção erétil e redução do volume ejaculatório. Segundo a empresa, esses efeitos foram revertidos em poucas semanas ou, no máximo, em um trimestre.

“Não podemos encarar o estudo como verdade absoluta”, diz o dermatologista Le Voci

O estudo de Irwig tem limitações. A principal delas é ter sido realizado apenas por meio de entrevistas telefônicas, sem avaliações clínicas ou análises laboratoriais. O endocrinologista diz que decidiu investigar o remédio depois de receber queixas de pacientes e de conhecer o site propeciahelp.com, que reúne homens que atribuem seus problemas sexuais ao uso da finasterida. Sua amostragem, portanto, contém apenas homens que tiveram problemas com a droga – uma fração do universo total dos que tomam o remédio.

“Não podemos encarar esse estudo como se ele fosse uma verdade absoluta”, diz Francisco Le Voci, membro do departamento de cabelos da Sociedade Brasileira de Dermatologia.“Tratei cerca de 5 mil pacientes com esse remédio. Uns 2% reclamaram de redução de libido, mas o problema sempre foi transitório”, afirma. O trabalho de Irwig tem o mérito de chamar a atenção para um tema que merece ser investigado. No Reino Unido e na Suécia, as agências regulatórias informam os pacientes de que houve relatos de disfunção erétil persistente mesmo depois da interrupção do tratamento. Mesmo que o problema tenha ocorrido em poucos pacientes, informação nunca é demais.

Cassinos no Brasil

cleomar diesel

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado vai realizar, na semana que vem, uma audiência pública para debater o projeto de lei que autoriza a abertura de cassinos em hotéis localizados na Amazônia e no Pantanal.

A autorização engloba os estados do Acre, do Amapá, do Amazonas, do Maranhão, do Mato Grosso, do Mato Grosso do Sul, do Pará, de Rondônia, de Roraima e do Tocantins.

Segundo o autor da proposta, senador Mozarildo Cavalcanti (PTB-RR), o objetivo é dotar essas regiões de mecanismos capazes de promover o desenvolvimento e minimizar as desigualdades sociais.

"O funcionamento dos cassinos é fator de desenvolvimento em qualquer parte do mundo e a autorização de funcionamento na região pretendida reveste-se de maior importância à medida que também é um mecanismo de estímulo ao grande potencial da região, que é ecoturismo", assinala o senador por Roraima.

Ele explica ainda que o fluxo de turistas terá como ênfase a preservação do meio ambiente e o desenvolvimento sustentável, promovendo, por outro lado, geração de empregos.

Enquanto  politicos da região Amazonica  ficam só guardando o desfecho desta historia sem se posicionar ,os Parananaeses ao contrario, lamentam que esta inciaictiva só contemplem o pantanal e a Amazonia.Setores do trade turístico do Paraná, em especial de Foz do Iguaçu, defendem a liberação dos cassinos em debate, não apenas para hotéis localizados na Amazônia e no Pantanal mas em outras cidades tiruisticas Brasileiras.

Lei tende a impedir que trigemeas sejam separadas na adoção

Lei tende a impedir que trigêmeas sejam separadas na adoção


Fonte folha

A possibilidade de separar irmãos em um processo de adoção, como queriam fazer os pais das trigêmeas, é praticamente nula, segundo advogados ouvidos pela Folha.
As meninas estão em um abrigo de Curitiba. Os pais das trigêmeas, ainda na gravidez, assinaram um documento permitindo a adoção de uma delas.
Embora a adoção de apenas uma das crianças não seja proibida por lei, o entendimento da Justiça brasileira tem sido o de preservar os laços entre os irmãos, como prevê o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente).

"O ECA é muito claro: não pode haver desmembramento de irmãos", afirma a presidente da Comissão da Criança e Adolescente da OAB-PR, Marta Tonin.

Segundo o advogado e vice-presidente da Comissão Nacional da Criança e do Adolescente da OAB, Ariel de Castro Alves, em algumas situações, a Justiça pode permitir a doação de apenas um dos filhos de um casal, caso ele prove falta de condições para sustentá-los.

"Mas, mesmo assim, a Justiça vai exigir que se esgotem todos os meios para ajudar essa família e permitir que as crianças fiquem com os pais", afirma. "A família biológica é a prioridade."

Segundo Alves, os pais das trigêmeas não chegaram a cometer um crime, mas descumpriram os deveres do poder familiar, previstos no ECA. Justamente por isso a guarda dos bebês foi retirada da família, no intuito de proteger as crianças.

O advogado, no entanto, não descarta que os pais consigam recuperá-las se demonstrarem que têm condições de cuidar das três. "A adoção não é a regra; é a exceção", afirma.

ABORTO

O desejo de ter apenas duas das três filhas também levou os pais a cogitarem fazer um aborto fora do país, num procedimento chamado de redução embrionária.

No Brasil, a prática é proibida por uma resolução do Conselho Federal de Medicina. Nos EUA, pode ser feita até a 16ª semana de gravidez, segundo o obstetra Alfonso Massaguer, especialista em reprodução humana.

O procedimento é simples e pode ser feito em consultório: com uma agulha, aplica-se uma solução de cloreto de potássio no coração do bebê para ele parar de bater.

A ideia, porém, não chegou a ser levada a cabo pelos pais das trigêmeas.

Prêmio de R$ 119 mi da Mega-Sena foi fraudado, diz polícia

fonte Folha
A Polícia Civil do Rio Grande do Sul concluiu que o empresário que recebeu R$ 119 milhões de um prêmio da Mega-Sena, em outubro de 2010, não foi o apostador das seis dezenas premiadas.

Mega-Sena pode pagar prêmio de R$ 33 milhões neste sábadoPolícia apura se ganhador de R$ 119 mi da Mega-Sena é "laranja"
Em inquérito remetido à Justiça hoje, a polícia apurou que houve fraude contra um grupo de 11 funcionários da Prefeitura de Fontoura Xavier (193 km de Porto Alegre), que fez a aposta ganhadora em um bolão. Cinco pessoas foram indiciadas sob suspeita de estelionato, falso testemunho e formação de quadrilha.

"O bilhete premiado foi tirado do 'bolo' em que estavam as outras apostas e foi trocado por um outro de um concurso anterior", disse o delegado Heliomar Franco, que presidiu o inquérito.

A polícia não revelou os nomes dos indiciados. O delegado afirmou que o inquérito está baseado em provas que dão "100% de certeza" de que foi montado um esquema para excluir os dez apostadores.

Uma dessas evidências foi o bilhete usado para substituir a aposta ganhadora, que continha uma assinatura. Um exame grafotécnico revelou a identidade de um dos homens que a polícia considera integrante do golpe.

Segundo a polícia, a aposta ganhadora foi repassada a uma terceira pessoa. O caso só veio à tona porque um dos funcionários, quando viu o resultado do prêmio, lembrou-se de que tinha escolhido aquelas dezenas.

Dizendo-se enganados, os funcionários acusaram um colega de trabalho, Décio Sabadin, o responsável por fazer as apostas, de desviar o comprovante e repassá-lo a um amigo para não ter de dividir o prêmio com os outros participantes do bolão.

No final do ano passado, Sabadin falou com a Folha e negou as acusações feitas pelos colegas. Ele não foi encontrado hoje.

Segundo o delegado, foi pedido o bloqueio das contas bancárias onde está o dinheiro do prêmio, mas a Justiça negou sob a justificativa técnica de que o fim do inquérito não é o momento adequado para o bloqueio.

O inquérito ainda será analisado pelo Ministério Público, que decidirá se oferecerá ou não denúncia (acusação formal) contra os indiciados.

Paranaíta: Companhia pede outorga para construção da Teles Pires

Usina no Teles Pires Foto; Reprodução
A Companhia Hidrelétrica Teles Pires solicitou à Agência Nacional das Águas a outorga para uso das águas do rio e consequente construção da Usina Hidrelétrica de Energia (UHE) Teles Pires, que terá 1820 MW de potência instalada, entre os municípios de Paranaíta (890 km de Cuiabá) e Jacareacanga, no Pará. O pedido está em análise pelos técnicos da autarquia.

O licenciamento ambiental foi emitido pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama). A UHE já foi leiloada pelo governo federal, em dezembro passado, e o projeto prevê que a usina entre em operação no segundo semestre de 2015. A concessão de uso de bem público para exploração e aproveitamento hidrelétrico é por prazo de 35 anos, podendo ser renovada a outorga por mais 35.

A energia gerada será transmitida para o Sistema Interligado Nacional - SIN, no Ambiente de Contratação Regulada -ACR, que compreende a obtenção de energia para o atendimento aos consumidores com tarifas reguladas. O Tribunal de Contas da União (TCU) já definiu o preço do MW a ser produzido pelas turbinas da UHE, que é de R$ 87.

O valor previsto para as obras é mais de R$ 3 bilhões e devem começar no primeiro semestre deste ano. Engenheiros de empreiteiras interessadas na construção da barragem estiveram em Paranaíta no final do ano passado e informaram que serão necessários 10 mil trabalhadores para erguer a barragem. O município tem atualmente 13 mil habitantes.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Belo Monte: Cuidado! Daqui a pouco o Greenpeace, o Al “Bore”, o Bono Vox e a Marina Silva vão tomar conta do seu jardim!

Reinaldo Azevedo

Belo Monte: Cuidado! Daqui a pouco o Greenpeace, o Al “Bore”, o Bono Vox e a Marina Silva vão tomar conta do seu jardim!

Pau que dá em Chico também bate em Francisco, não é mesmo? Quando a Corte Interamericana de Direitos Humanos, órgão da OEA, condenou o Brasil “impondo-lhe”, imaginem!, a revisão da Lei da Anistia, um monte de petista esquerdopata do governo ficou feliz. Houve doido que chegou a dizer que o país estava “obrigado” a cumprir a determinação. Uau! A tal corte teria mais poder por aqui do que o STF! Agora, outro organismo da mesma OEA, a Comissão Interamericana de Direitos Humanos — com poderes de acionar a corte, onde há julgamento de casos propriamente — resolveu enroscar com a usina de Belo Monte. E não é pouca coisa, não! A fazer tudo o que pede a tal comissão, será mais fácil, rápido e barato investir, sei lá, em energia espiritual!!!

O que quer a comissão?

- suspensão imediata do processo de licenciamento da usina;

- proibição da execução de qualquer obra na área (hoje, está proibido, diga-se);

- ampla consulta às “comunidades” envolvidas sobre o impacto ambiental;

- medidas para proteger a vida de povos indígenas que vivam isolados em áreas que podem ser afetadas pela usina;

- tradução para as várias línguas indígenas dos estudos de impacto ambiental para recomendar a tal “ampla consulta”.

E vai por aí. O Brasil considera ter cumprido boa parte desse roteiro já e considera que as exigência da comissão são descabidas. O problema é que, se as solicitações não forem atendidas, é quase certo que a comissão denuncie o país à Corte, onde ele seria, então, “julgado” por crimes contra os direitos humanos.

Eu já critiquei aqui uma penca de trapalhadas de Belo Monte, especialmente seu cipoal jurídico, que acabou, na prática, retirando os investimentos privados do empreendimento. É tudo grana estatal. O consórcio será um prestador de serviços bilionários, sim, mas prestador de serviço. O governo Lula, sob a supervisão de Dilma — que ainda não era a soberana silenciosa Dilminha — armou um troço hostil à iniciativa privada. Mas o assunto agora é outro.

O mundo sabe, está em alguma corte?, quantas plantas de usinas hidrelétricas, nucleares, termelétricas ou movidas a cocô do cavalo do bandido a China, a Rússia, a Índia ou qualquer país europeu está tocando nesse exato instante? Não se trata aqui de aderir ao lulismo botocudo que diria “se eles faiz, nóis também faiz; eu é que não se ajoelho nem pro Papa”. Não é isso, não! Mas resta evidente que as acusações contra Belo Monte chegaram à Comissão por intermédio de ONGs que pretendem que o Brasil deva ser uma espécie de santuário do mundo, na certeza de que, sendo as nossas florestas um patrimônio da biodiversidade mundial, então todo mundo pode meter o bedelho, dizendo o que pode e o qe não pode ser feito. Aí não dá!
O mesmo se verifica, diga-se, em relação ao novo Código Florestal. Se aprovado, é certo que alguém vai se lembrar de denunciar o Brasil como o país que incentiva o desmatamento, embora se tenha aqui, de muito longe, com muitas léguas de distância, a MELHOR RELAÇÃO NO MUNDO entre tamanho da economia e preservação da natureza; entre produção agrícola e manutenção da cobertura vegetal original.

Acho que cuidados têm de ser tomados, sim! Mas isso que pede a comissão corresponde a fazer a usina voltar à estaca zero, como se nenhum estudo tivesse sido feito até agora , o que é falso. Uma coisa é a comissão se interessar pelo caso, solicitar informações etc, outra, muito diferente, é querer atuar como se fosse o braço de uma ordem global que já tivesse estabelecido, sei lá, um governo mundial.

Tomadas as devidas precauções e, para o meu gosto, com outros marcos regulatórios, o fato é que o Brasil precisa de Belo Monte — e não só dela. Sim, é necessário respeitar os índios que lá vivem, tentar convencê-los, compensá-los por eventuais perdas, sei lá o quê. Se, no entanto, eles se negarem a sair de uma área que será essencial para a construção da usina, o que vocês querem que eu diga? Terão de ser tirados de lá. Se vocês quiserem, lamento, choro, fico triste, porque sou um homem bom, como Marina Silva, mas terão de ser tirados. No limite, sou obrigado a lembrar que, tivessem eles vencido a batalha há uns 500 anos, a história seria diferente. Mas não venceram.

O Itamaraty diz ter recebido “com perplexidade” as recomendações. “O governo brasileiro está ciente dos desafios socioambientais que projetos como o da Usina Hidrelétrica de Belo Monte podem acarretar. Por essa razão, estão sendo observadas, com rigor absoluto, as normas cabíveis para que a construção leve em conta todos os aspectos sociais e ambientais envolvidos”, diz uma nota.

Pois é… Esse mundo “governado” por entidades não-governamentais que querem tomar o lugar dos governos — só dos eleitos, ne?, porque, nas ditaduras, elas não se criam — não é nada simples. Daqui a pouco, você não consegue nem mesmo cortar a grama do seu jardim sem pedir autorização ao Greenpeace, à WWF, à Fundação Ford, ao Al Bore, à Marina Silva e, claro!, ao Bono Vox!

Por Reinaldo Azevedo